23 fevereiro 2007

Renault 4L (1964)

Esta miniatura pertence à colecção Os Nossos Queridos Carros.
O Renault 4L foi apresentado no Salão de Frankfurt de 1961 tendo cativado, desde logo, a imprensa especializada. O Renault 4L foi concebido com uma missão específica: tinha que ser um carro diferente, cómodo, útil a qualquer profissão, duradouro, económico e capaz de atrair os clientes de recursos limitados. Foram estas as indicações do então presidente da Renault, Pierre Dreyfus.
O Renault 4L começou a ser produzido em 1961 e deixou de ser produzido em 1993!!! Foram construídos mais 8 milhões de unidades, o que faz do Renault 4L o terceiro carro mais vendido da história. O Renautl 4L foi fabricado um pouco por todo o mundo. Em Portugal, foi na cidade da Guarda, em 1963, que se construiu a primeira fábrica da Renault em território português e em 1964 saíram as primeiras unidades do Renault 4L.
O 4L foi o primeiro carro da Renault de tracção dianteira, originalmente vinha equipado com um motor de 747 cc de 27 cv e 3 velocidades. Mas apresentava um avanço técnico: o circuito fechado de refrigeração. Ao longo dos anos foram feitas muitas alterações ao nível da estética, que foi sendo melhorada, bem como os interiores, ao nível mecânico, com a utilização de motores com maior cilindrada e maior potência assim como a adopção de uma caixa de 4 velocidades.

A título de curiosidade, um Renault 4 GTL chegou a participar em vários ralis do Mundial e em duas edições do Rali de Portugal (1997 e 1998) sempre conduzido por um piloto português, António Pinto dos Santos. No Rali de Portugal, em 1997 ficou em 33º lugar e em 1998 ficou no 47º lugar. Em 1998 teve outras participações em ralis do Mundial: 58º no Rali da Acrópole; 81º no RAC. Em 1999 participou em mais alguns ralis: 85º na Volta à Córsega; 64º no Rali dos 1000 Lagos; 55º no Rali de San Remo. No ano 2000 voltou a participar em mais alguns ralis do Mundial: 54º no Rali da Suécia; 55º no Rali da Catalunha; 48º no Rali da Acrópole. No ano de 2000 ainda participou no Rali Vinho da Madeira, para o Campeonato Europeu de Ralis, tendo terminado no 51º e último lugar.
Teve o mérito de terminar todos os ralis do Mundial em que participou, quase sempre na última posição, com excepção do Rali de Portugal de 1997 e do Rali da Acrópole de 1998 (foi o penúltimo nestes dois ralis). Fenomenal!!!

1 comentário:

Anónimo disse...

It's interesting to see just how permeant memory has become in our everyday lives. It's like everywhere I turn, I see something with a card slot or USB port, haha. I guess it makes sense though, considering how much more afforable memory has become lately...

Gahhhh, I shouldn't be moaning and groaning. I can't make it through a single day without using my R4 / R4i!

(Posted by Nintendo DS running [url=http://crystalguo.vox.com/library/post/how-does-the-r4i-or-r4-work.html]R4i[/url] 6Post)