19 setembro 2006

Ferrari 156 - Phil Hill (1961)


Esta miniatura é da marca Brumm. Modelo utilizado por Phil Hill no GP do Mónaco em 1961 (3º lugar). Este modelo da Ferrari foi utilizado na Formula 1 durante 4 temporadas (1961, 1962, 1963 e 1964).
Enquanto as equipas britânicas reagiam contra a introdução da nova regulamentação de 1500cc para o ano de 1961, a Ferrari preparou um motor adequado às novas regras. Esse motor V6 foi montado num chassis de estrutura tridimensional cuja característica principal era o aspecto frontal em forma de “nariz de tubarão” com duas aberturas gémeas.
O campeonato de 1961 foi bastante interessante, com boas corridas e, infelizmente, com tragédia à mistura. Logo na prova inicial, no GP do Mónaco, assistiu-se a uma grande performance de Stirling Moss no Lotus 18 da equipa de Rob Walker. Apesar da diferença de 35cv para os motores Ferrari, Moss conseguiu compensar essa desvantagem com a sua habilidade e venceu de forma brilhante. Moss alcançou a pole-position mas na grelha de partida foi detectado um problema num tubo que foi logo prontamente soldado, sendo os tanques de combustível protegidos com toalhas húmidas!! Moss vence, numa árdua luta, Richie Ginther (inglês) e Phill Hill (americano) ambos em Ferrari 156.
A Ferrari vence os quatro GP seguintes: na Holanda vence o alemão Wolfgang Von Trips), na Bélgica o vencedor é Phil Hill, na França vence o italiano Giancarlo Baghetti (foi a sua primeira participação na Formula 1 e não voltaria a vencer mais nenhum grande prémio) e na Inglaterra vence novamente W. Von Trips.
No GP da Alemanha, em Nurburgring com 300.000 espectadores, novamente uma brilhante vitória de S. Moss. Contra todos os prognósticos Moss volta a bater os Ferrari 156 com o inferior Lotus 18/21. Numa jogada de mestre, Moss esconde dos adversários que tipo de pneus iria utilizar para assim compensar a falta de velocidade em relação aos Ferrari na longa recta (onde perdia cerca de 4 segundos) mas sendo mais rápido nas zonas sinuosas do longo circuito de Nurburgring.
Em Monza, a tragédia do alemão Wolfgang Von Trips e a resolução do campeoanto em favor de Phil Hill. O campeonato estava a ser discutido pelos dois pilotos da Ferrari, Von Trips e Phil Hill. Durante a prova, W. Von Trips e o escocês Jim Clark (Lotus), iam envolvidos numa disputa de lugares quando os dois carros embatem e o Ferrari voou, literalmente, causando a morte a 14 espectadores. O escocês escapa ileso mas Von Trips morre em consequência dos ferimentos. A Alemanha teria de esperar mais 33 anos para ter um campeão do mundo na Formula 1. Phil Hill vence o GP e sagra-se campeão do mundo, à frente de Von Trips e de Striling Moss, em terceiro. A Ferrari vence o campeonato de construtores mesmo não participando no último GP da temporada, nos EUA.

Os pilotos do Ferrari 156 para 1961 foram: Phill Hill, Richie Ginther, Wolfgang Von Trips, Giancarlo Baghetti (semi-independente), Ricardo Rodriguez, Olivier Gendebien e Willy Mairess (este dois apenas numa prova).
Vitórias: 5 (P. Hill: 2; W. Von Trips: 2; G. Baghetti: 1)
Pole-position: 6 (P. Hill: 5 W. Von Trips: 1)
Melhor volta : 5 (P. Hill: 2; R. Ginther:2; G. Baghetti: 1)

1 comentário:

Fleetmaster disse...

Linda essa Ferrari do Phill !!! Acoh os F1 dos anos 50 , 80 e 90 os mais bonitos !