22 dezembro 2006

Ferrari 312T - Niki Lauda (1976)

Esta miniatura é da marca Quartzo.
Enquanto preparava o Ferrari 312T2, a equipa italiana utilizou os 312T do ano anterior durante os três primeiros GPs da temporada de 1976. E mesmo utilizando o carro do ano anterior a Ferrari conseguiu um domínio quase avassalador nessas provas: três vitórias (2 de Niki Lauda e uma de Clay Regazzoni). O 312T despediu-se das pistas no GP dos EUA com uma “dobradinha”, no GP seguinte, em Espanha, estreava-se o Ferrai 312T2. Esta miniatura do Ferrari 312T pilotado pelo austríaco Niki Lauda é alusiva à sua vitória no GP do Brasil, o primeiro da época de 1976.
(continuação do post anterior)
No GP da Grã-Bretanha houve novamente controvérsia. Na largada para o GP os dois pilotos da Ferrari envolveram-se num toque e gerou-se a confusão quando James Hunt (McLaren) embateu no Ferrari de Regazzoni fazendo com que a prova fosse interrompida. Na nova partida James Hunt voltou a participar quando os regulamentos diziam que não o poderia ter feito. Os directores da corrida, possivelmente pressionados pelo público em favor de Hunt, deixaram que este participasse na prova. No reinício, Lauda liderou as primeiras voltas com Hunt atrás. Posteriormente Hunt conseguiu ultrapassar Lauda e venceu o GP da Grã-Bretanha. Lauda ficou em segundo lugar. Semanas mais tarde, Hunt viria a ser desclassificado porque efectivamente não poderia ter largado no reinício da prova inglesa e a vitória foi atribuída a Niki Lauda.
No GP da Alemanha, no circuito de Nurburgring, Lauda (Ferrari) sofreu um grave acidente na segunda volta que o afastaria da competição durante algum tempo. Devido a esse acidente, o campeonato voltaria a ter mais interesse uma vez que permitiu a Hunt recuperar os muitos pontos de atraso que tinha em relação a Lauda. Muito possivelmente, este acidente decidiu o campeonato de 1976. Antes da prova alemã Lauda era líder do campeonato com 61 pontos, a seguir vinha Scheckter com 30 pontos e Hunt tinha apenas 26 pontos. No entanto James Hunt (McLaren) vence na Alemanha e recupera 9 pontos em relação a Lauda. No GP da Áustria, John Watson (irlandês) estreia-se a vencer na Formula 1 assim como também a sua equipa, Penske. Aliás essa foi a única vitória na Formula 1 da equipa americana. James Hunt (McLaren) apenas consegue o quarto lugar. No GP da Holanda, James Hunt (McLaren) volta a vencer e a recuperar mais 9 pontos em relação a Lauda. Clay Regazzoni (Ferrari) fica em segundo lugar. Talvez devido ao facto de não ter conseguido vencer Hunt e assim ajudar Lauda no campeonato, Regazzoni terá ficado com a saída da Ferrari marcada para o final da temporada. A Ferrari, também devido ao acidente de Lauda, já andava à procura de outro piloto: o argentino Carlos Reutemann. O campeonato continuava a ser liderado por Lauda com 61 pontos mas Hunt já tinha recuperado significativamente, tinha agora 47 pontos.
(continua no post seguinte)

Os pilotos do Ferrari 312T em 1976 foram: Niki Lauda e Clay Regazzoni.
Vitórias: 3 (N. Lauda: 2; C. Regazzoni: 1)
Pole-position: 1 (C. Regazzoni: 1)
Melhor volta : 2 (N. Lauda: 1; C. Regazzoni: 1)

1 comentário:

whiteball disse...

Gosto...Voltarei!


Um 2007 abençoado e pleno de Felicidade, Amor e Paz...

Votos de Mocho e Whiteball
((((((((((((((((((((((((((((((((((
)))))))))))))))))))))))))))))))))))
((((((((((((((((((((((((((((((((((