18 novembro 2006

Tyrrell 003 - Jackie Stewart (1971)

Esta miniatura pertence à colecção Grand Prix Mitos da Formula 1.
O Tyrrell 003 foi o carro utilizado pela equipa de Ken Tyrrell na sua primeira temporada completa em que apenas utilizou carros com a sua marca. No ano anterior, Ken Tyrrel tinha iniciado a sua própria equipa na Formula 1 mas utilizou o March 701 em algumas provas e noutras utilizou o Tyrrell 001. Assim o Tyrrell 003 era uma evolução melhorada do projecto do Tyrrell 001. O responsável foi o designer Derek Gardner. Neste modelo da Tyrrel é possível distinguir um radiador frontal debaixo do aileron dianteiro, bem como os retrovisores montados em tripé.

O motor era o Ford Cosworth V8 e os pneus eram da Goodyear; a particularidade era que o contrato da Goodyear era com o piloto Jackie Stewart (escocês), isto é, se mudasse de equipa levaria a Goodyear com ele.
O seu colega de equipa, François Cevert (francês), utiliza o Tyrrell 002 cuja única diferença para o 003 era que este (002) tinha medidas maiores de guarita para o francês. No resto era idêntico. Por isso para a estatística vou considerar os resultados dos dois modelos.
O campeonato de 1971 resume-se em poucas palavras: domínio de Stewart e da Tyrrell. Efectivamente, a Tyrrell, na sua primeira temporada completa em que utilizou apenas carros da sua autoria, conquistou os campeonatos de pilotos e de construtores com uma facilidade impressionante. Foi o melhor ano de sempre da Tyrrell. Foi também neste ano que apareceram os primeiros pneus slick, da autoria da Goodyear.
O campeonato começou no GP da Africa do Sul com uma vitória do norte americano Mário Andretti (Ferrari), foi a sua primeira vitória na Formula 1. Jackie Stewart utiliza, neste primeiro GP da época, o Tyrrell 001, consegue a pole-position mas termina em segundo lugar.
As duas primeiras vitórias da época para J. Stewart e para a Tyrrell surgem nos GP da Espanha e do Mónaco. No GP da Holanda vence o belga Jackie Ickx (Ferrari). J. Stewart termina em décimo primeiro. No entanto, os três GP seguintes (França, Grã-Bretanha e Alemanha) foram vencidos pelo escocês da Tyrrell, com o seu colega de equipa, F. Cevert a ficar em segundo lugar nos GP da França e da Alemanha.

Nos GP da Áustria e da Itália, J. Stewart regista os dois únicos abandonos da temporada. Mas mesmo não terminando no GP da Áustria, J. Stewart torna-se Campeão do Mundo a três provas do final da época. Era o seu segundo título na Formula 1. As vitórias, nos GP da Áustria e Itália, foram para a BRM, Jo Siffert e Peter Gethin, respectivamente.
Nos dois últimos GP da época, duas vitórias para a Tyrrell: no Canadá vence J. Stewart e nos EUA vence o francês François Cevert. O campeonato de pilotos foi conquistado por J. Stewart com 62 pontos (6 vitórias), seguindo de Ronnie Peterson (March) com 33 pontos e em terceiro, o segundo piloto da Tyrrell, François Cevert com 26 pontos (1 vitória). A Tyrrell (com 7 vitórias em onze possíveis) venceu o campeonato de construtores com 73 pontos (mais do dobro dos pontos da segunda classificada) contra os 36 pontos da BRM (2 vitórias).

O Tyrrell 003/002 em 1971 foi pilotado por: Jackie Stewart e François Cevert.
Vitórias: 7 (J. Stewart: 6; F. Cevert: 1)
Pole-position: 5 (J. Stewart: 5)
Melhor volta : 4 (J. Stewart: 3; F. Cevert: 1)

1 comentário:

PGAV disse...

Caro José,

Tenho mais umas novidades no meu blog.

Espero uma visita sua e espero que goste!

Esse tyrrel está soberbo, apesar não não perceber muito dessa área automóvel.

Abraço.

Pedro