06 novembro 2006

March 711 - Ronnie Peterson (1971)

Esta miniatura pertence à colecção Grand Prix Mitos da Formula 1.
O March 711 seguia o conceito imposto pelo Lotus 72. O March 711 tinha uma característica particular que era o aileron dianteiro. Era uma solução aerodinâmica bastante diferente e peculiar que o distinguia dos outros carros. Esta miniatura que apresento não tem esse aileron dianteiro (mas dentro de alguns dias irei postar uma miniatura do March 711 cuja versão apresenta esse aileron) porque nesses anos era frequente haver alterações aerodinâmicas consoante as características dos circuitos. Neste March 711 também era frequente os radiadores laterais estarem destapados nuns circuitos (como nesta miniatura) ou aparecerem tapados por uns pontões laterais noutros circuitos.
A equipa March, que tinha 3 directores desportivos, Robin Herd, Max Mosley (actualmente presidente da FIA) e Alan Rees, vivia nessa época com algumas dificuldades financeiras. Para a temporada de 1971 foi decidido que utilizariam 3 carros oficiais para 3 pilotos: Ronnie Peterson (sueco), Alex Soler-Roig (espanhol) e Andrea de Adamich (italiano), os dois primeiros utilizariam motores Ford Costworth e o outro carro utilizaria os motores da Alfa Romeo. No entanto, outros pilotos, através de equipas privadas que compraram o 711 à March, viriam a utilizar nesse ano este monolugar, uns com o motor Ford Cosworth e outros com o motor Alfa Romeo. A Alfa Romeo servia-se da March como plataforma de lançamento dos motores Alfa Romeo na Formula 1 e em contrapartida os motores eram cedidos gratuitamente à March. Em parte, os problemas financeiros foram resolvidos com o patrocínio da STP. Mas ainda assim a March resolveu participar nas formulas inferiores (Formula 2 e Formula 3) como forma de viabilizar a equipa porque isso lhe permitia vender chassis a eventuais pilotos clientes.

O campeonato de 1971 viria a ser conquistado pela Tyrrell e pelo seu piloto, Jackie Stewart (escocês), que aliás foi o único piloto a vencer mais do que um GP nesse ano. Foi também neste ano que apareceram os primeiros pneus slicks pela Goodyear. No campeonato de pilotos, J. Stewart não teve oposição e venceu com 62 pontos (6 vitórias) mas a March mesmo sem vencer nenhum GP logrou alcançar o vice-campeonato de pilotos pela mão do sueco Ronnie Peterson com 33 pontos.
No GP de Itália houve emoção até ao fim com os 5 primeiros classificados a terminarem separados por menos de 1 segundo. Nesse GP verificou-se a menor margem de um vencedor, o inglês Peter Gethin (BRM) venceu com 0.01s de vantagem sobre R. Peterson (March). Francois Cévert (francês) em Tyrrel, Mike Hailwood (inglês) em Surtees e Howden Ganley (neozelandês) em BRM terminaram menos de 1 segundo depois de Gethin.
No GP da Áustria de 1971, estreava na Formula 1 um jovem austríaco ao volante de um March 711 que viria a tornar-se num dos grandes pilotos da história da Formula 1: Niki Lauda.
No campeonato de construtores a Tyrrell (7 vitórias) venceu com 73 pontos contra os 36 pontos da BRM (2 vitórias) que ficou em segundo lugar. A March ficou em quarto lugar com 33 pontos (com os mesmos pontos que a Ferrari que foi terceira classificada), graças ao R. Peterson, que ficou quatro vezes em segundo lugar: Mónaco, Grã-Bretanha, Itália e no Canadá.

O March 711 em 1971 foi pilotado por: Ronnie Peterson, Alex Soler-Roig, Andrea de Adamich, Henri Pescarolo, Nanni Galli, Skip Barber, Mike Beuttler e Niki Lauda.
Vitórias: 0
Pole-position: 0
Melhor volta : 1 (H. Pescarolo)

Sem comentários: