10 novembro 2006

March 711 - Niki Lauda (1971)

Esta miniatura é da marca Quartzo.
O famoso Tri-Campeão do Mundo da Formula 1, Niki Lauda (austríaco), iniciou a sua carreira em 1971 no GP da Áustria. O monolugar da estreia foi o March 711, do qual é alusiva esta miniatura. No entanto, há um erro na miniatura: o motor que vem mencionado é o Alfa Romeo mas na realidade o March 711 de Niki Lauda para o GP da Áustria utilizou o motor Ford Cosworth. É verdade que em 1971 a March utiliza os motores Ford Cosworth e Alfa Romeo mas nesta miniatura a Quartzo errou.
Nesta miniatura podemos encontrar algumas diferenças em relação à miniatura do March 711 apresentada anteriormente (de Ronnie Peterson): aqui vemos que o March 711, que Niki Lauda utilizou no seu primeiro GP da carreira, tem um aileron dianteiro muito peculiar, os radiadores laterais estão “encobertos” e nota-se uma diferente afinação do aileron traseiro. Estas são as diferenças mais visíveis. São as diferentes soluções aerodinâmicas que eram introduzidas nos carros consoante as diferentes características dos circuitos.
No GP da Áustria de 1971, que foi a oitava prova (de onze) do campeonato, a equipa March inscreveu 4 carros, Ronnie Peterson (nº 17), Andrea De Adamich (nº 18), Nanni Galli (nº 19) e Niki Lauda (nº 26). Segundo se consta, Niki Lauda teve que contrair empréstimos bancários para comprar um lugar na equipa March e assim se iniciar na Formula 1. Peterson e Lauda tinham os seus 711 equipados com motores Ford Cosworth enquanto os outros dois pilotos usavam os motores Alfa Romeo. Houve mais dois March 711 inscritos por duas equipas privadas: uma dessas equipas era a de Frank Williams, dono e fundador da Williams. Niki Lauda ficou na 21ª posição (penúltimo) da grelha de partida. O melhor March foi o de Ronnie Peterson, na 11ª posição. Na prova, Niki Lauda andou sempre nas últimas posições e acaba por abandonar na 20ª volta com problemas mecânicos. O melhor March acabou por ser o da equipa privada de Frank Williams, Henri Pescarolo que terminou na 6ª posição. O GP da Áustria foi vencido por Jo Siffert em BRM, que por sinal fez o pleno na corrida: vitória, pole-position, melhor volta e liderou a prova do princípio ao fim.
Niki Lauda não participa em mais nenhum GP desse ano. No ano seguinte continua ainda na equipa March, equipa com a qual fez ao todo 13 GP. Em 1973, muda de equipa para a BRM (14 GP pela BRM e 2 pontos). Algumas boas prestações com o medíocre BRM levam a que os responsáveis pela Ferrari o contratem para o ano de 1974. Mas isso é uma história para outra altura.

Sem comentários: