24 novembro 2006

Alpine-Renault A110 - J.L. Thérier - J. Jaubert (Rali de Portugal de 1973)


Esta miniatura pertence à colecção RallyCar Collection.
O Alpine-Renault A110 foi o primeiro campeão do Campeonato do Mundo de Ralis em 1973 (ver também este post). Foram vários os ilustres pilotos que conduziram esta pequena máquina. Também foram inúmeras as vitórias alcançadas. Em 1973 obteve seis vitórias e conquistou facilmente o campeonato. Uma dessas vitórias foi no Rali de Portugal (1973). O piloto vitorioso foi o francês Jean-Luc Thérier com o Alpine-Renault A110. Esta miniatura é alusiva a essa vitória do nosso rali na edição de 1973. O primeiro líder do rali foi Bernard Darnich (Alpine- Renault) mas o azar, que seria a sorte de Thérier, levou a que Darnich abandonasse com um diferencial partido. Thérier assumiria a liderança mas também beneficiou dos abandonos de pilotos como Ove Andersson (Toyota Celica) e Bjorn Waldegaard (Fiat Abarth 124), tidos como favoritos. Assim Thérier venceu a edição de 1973 do Rali de Portugal com mais de seis minutos de vantagem sobre o seu colega de equipa Jean-Pierre Nicolas. O terceiro calssificado foi o português Francisco Romãozinho em Citroen DS21.
O declínio do Alpine-Renault A110 começou em 1974, precisamente em plena crise petrolifera, e quando surge um carro vitorioso: o Lancia Stratos. O Alpine-Reanult A110 estava então obsoleto.
Jean-Luc Thérier é considerado o melhor piloto dos Alpine, ele conseguia retirar o melhor rendimento destes leves desportivos que dominaram o final da década de 60 e início da de 70. Foi quatro vezes campeão de França, venceu 5 ralis do mundial: Portugal, Acrópolis e San Remo sempre com o Alpine, em 1973; Press Regardless em 1974 com um Renault 17 Gordini; e o Tour de Corse em 1980 com um Porsche 911 SC. No Rali de Monte Carlo, em 1982, ainda consegue um terceiro lugar também ao volante do Porsche 911 SC. Em 1985 sofre um grave acidente no Paris-Dakar que lhe deixou graves sequelas, o que o levaria a abandonar a competição automobilistica e à desgraça financeira devido às despesas com a sua recuperação física.

Sem comentários: